CARTEIRA DE IDENTIDADE / REGISTRO DE IDENTIDADE ( Porta de entrada da fraude)

Conheça os perigos relacionados aos documentos falsificados:


Se já é relativamente fácil perceber uma falsificação de carteira de identidade, isso poderia ser ainda mais simples se a Legislação Brasileira fosse mais ágil e eficaz na implantação do R.I.C –Registro  de Identidade Civil, já em implantação, porem de forma lenta.


Outro agravante, é que grande parte da população possui carteiras de identidade,  emitidas a mais 20 ou 30 anos, criando sérios problemas no processo de identificação, seja pelo envelhecimento natural das pessoas, mudanças de características físicas, etc...

Enquanto Países como o Chile, por exemplo, possuem carteiras de identidade com fotos digitalizadas, além de estabelecer um prazo de validade de no máximo 10 anos (sendo necessário a emissão de um novo documento com foto atualizada), no Brasil não existe sequer uma padronização entre os Institutos de Identificação (Somente está providência eliminaria em 32% o volume de fraudes no Brasil, principalmente as chamadas fraudes grosseiras).   Pois exige do falsário um mínimo de conhecimento e acesso aos Recursos Tecnológicos.

Cada Estado faz o que pode e a seu jeito, apesar de todo o esforço dos Institutos de Identificação da maioria  dos Estados, que não consegue sensibilizar, e conscientizar seus governantes da importância do processo.

Nossa Legislação sobre emissão de Carteiras de Identidade é omissa, ultrapassada e ineficiente quanto ao aspecto de segurança. Além da Carteira de Identidade, outro documento campeão em falsificação no comércio  o cheque.

Desde mau  preenchimento, enxerto, rasura, emenda, lavagem química (o estelionatário consegue tirar apenas a tinta da caneta, preservando a tinta da impressão do cheque) ou raspagem da tinta com estilete, existe uma série de métodos para falsificar ou adulterar cheques provenientes de talões roubados.

Hoje em dia, até forno micro-ondas é usado como ferramenta para os Falsários. (Um cheque pode ser colocado  no micro-ondas e, a partir de uma determinada temperatura, o toner com a qual é personalizado o nome do cliente se desintegra, e o falsário só precisa soprar o pó do  toner e colocar sua identidade falsa.) explica Arnaldo.  Hoje já estão fabricando seus próprios cheques de forma doméstica, ao invés de apenas adulterarem cheques roubados.

Para ilustrar os eventuais descuidos ou desatenção, utilizamos Carteiras de Identidade com algumas “PEGADINHAS’’ como por exemplo:

Se estabelecida uma cronologia entre a data de nascimento e a data de emissão  da Carteira, verifica-se que há uma incompatibilidade da foto e da data, em 185 anos de idade.

  1. Nome do titular da Carteira de Identidade é “Sugiro Que fique Ligado”

  2. Carteira com nome de japonês “Mitiu Suzuki” “Tim Ganey”

  3. Carteira com fotografia colada sobre o original, apresentando relevo excessivo sobre o campo da fotografia.

  4. Carteira com coloração diferente, haja vista o verso ser de outra.

  5. Carteira com foto masculina e nome feminino (Viviane ......)

  6. Carteiras com indícios de lavagens químicas grosseiras.

  7. Carteiras com enxertos de nomes e datas.

  8. Carteiras com foto colorida, quando na sua data de emissão, não havia foto colorida.

Com medo de perder o cliente, ou não criar constrangimentos, lamentavelmente, o comércio relaxa no processo de identificação, acentuando o problema por conta de uma cultura equivocada da  qual todos fazemos parte, que é a de ficarmos “chateados” quando alguém nos identifica corretamente.

É importante entender que sempre que alguém procede corretamente no processo de identificação, na verdade está procedendo em prol da nossa própria segurança, evitando com isso que alguém, de forma indevida faça uso de nossos dados pessoais, via perda ou roubo e extravios de nossos documentos.

Talvez uma campanha de conscientização institucional e nacional, pudesse ajudar a todos. Outro fato que tem gerado transtorno e prejuízo aos lojistas, e do conhecimento do Banco Central, é a grande incidência de contas bancárias abertas de forma fraudulenta.   Utilizando Carteira de Identidade falsa, após os prazos de emissão do talonário de cheques, saem lesando o comércio.

O que o lojista não sabe, é que a Circular 2025 do próprio BACEN que disciplina o processo de abertura e movimentação de conta bancária, possibilita atribuir responsabilidade pecuniária ao Banco e o ressarcimento ao lojista.


PERFIL DE UM SUSPEITO PORTADOR DE  UM DOCUMENTO FALSO:

  • Em geral são pessoas bem vestidas.

  • Normalmente compram  produtos fáceis de serem revendidos.

  • Compram em média valores aproximados a R$ 3 mil.

  • Têm olhar nervoso, mão trêmula, sorriso falso, voz que oscila e entabulam conversas

  • Longas e amigáveis demais, dando explicações em excesso.

  • Às vezes precisam ver o cartão para assinar.

  • Pagam contas que são de acompanhantes sem dar importância para o valor.

  • Às vezes ficam horas no estabelecimento, mas só no momento em que o caixa parece tumultuado, é que se apresentam para pagar.

  • Se oferecerem para levar o bem instantaneamente, demonstrando pressa em sair com a compra.

  • Dificultam a conferência da CI ou cartão, ou demonstram nervosismo quando o atendente liga para se informar mais a respeito (nessa hora sugerem citar números em vez de entregar o documento).

  • Compram vários produtos da mesma marca.


Quer fazer um Curso de:

  • PREVENÇÃO À FRAUDES E GOLPES NO COMÉRCIO

  • FRAUDES CORPORATIVAS

  • TÉCNICAS DA PREVENÇÃO SOBRE CRIMES DE LAVAGEM DE DINHEIRO (PLD)

  • GRAFOSCOPIA COMERCIAL E BANCÁRIA

  • DOCUMENTOSCOPIA

  • PAPILOSCOPIA

  • SEGURANÇA BANCÁRIA / ASSALTO A BANCOS

  • SEGURANÇA BANCÁRIA / PREVENÇÃO A ASSALTO A BANCOS

  • SEGURANÇA EM COOPERATIVAS DE CRÉDITO

  • PERÍCIAS GRAFOTÉCNICAS

Arnaldo Ferreira dos Santos

Santo Antônio de Lisboa - Florianópolis/SC



#fiqueligado #fraudes #peritocriminal #perito #grafoscopia #documentoscopia #papiloscopia #afsconsultoria

1 visualização

Rua de Pádua, 266, Santo Antônio de Lisboa

Florianópolis, Santa Catarina

CEP 88050-541

Telefone (048) 99972-5995

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram